Ditos populares que você acha que fala certo… Mas não é beeeem assim!

Com certeza você conhece alguém que adora falar aquele dito popular que todo mundo conhece, pior é que pensa que ta arrasando e dando uma aula de cultura, porém nem sempre esta falando da forma correta, confira alguns dos erros mais comuns cometidos nos ditados e escape desta situação:

“Batatinha quando nasce, se esparrama pelo chão!” Sério que já viu uma batata se esparramando pelo chão? Tem alguma batata que nasce na arvore que não to sabendo? O correto é: “Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.”

batatinha

 

“Quem não tem cão, caça com gato!”, claro, faz todo sentido, gato é um animal que adora obedecer e ajuda bastante na caçada, pois adora caçar em grupos, #SQN. Gato é individualista por natureza, então o correto é: “Quem não tem cão caça como gato!” Ou seja, sozinho!

Nobody-puts-kitty-on-a-leash-Imgur

 

“Cor de burro quando foge.” Agora burro é camaleão para mudar de cor? O correto é: “Corro de burro, quando foge.”
NVZ8Z2LRXLl64-64

 

“Quem tem boca vai a Roma!” Ta bom, esse ta desculpado, pois ainda faz algum sentido, pois pode ser interpretado que quem se comunica chega a qualquer lugar, porém se pensa assim está errado, faz sentido? Sim. Ta certo? Não. O correto é: “Quem tem boca vaia Roma”
vai-a-roma

 

“São ossos do ofício” ? Como assim? Trabalha em um cemitério ou algo do tipo? O correto é: “São ócios do ofício!” Faz beeeem mais sentido não?
RIP

 

“Esse menino não para quieto, parece que tem bicho carpinteiro.” Tem o que? Não conheço tal anima, até porque o correto é: “Esse menino não para quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro.”
bichocarpinteiro

 

“Hoje é domingo, pé de cachimbo.” Cachimbo da em pé desde quando? O.o!!! O correto é: ” Hoje é domingo, pede cachimbo.” De pedir, “saca”?pe-de-cachimbo

“É a cara do pai cuspido e escarrado”. Tipo WTF? que sentido isso faz? O correto é: ” É a cara do pai esculpido em carrara”. Sim, Carrara é um local na Itália onde se extraí um belo mármore, por este motivo este mármore foi batizando assim e é um dos mais nobres do mundo.

carraraparla

“Essa dá mais que chuchu na serra”. Nada impede de alguém plantar chuchu na Serra, mas o correto é: “Essa da mais que chuchu na cerca.” Afinal, é onde se planta o chuchu.
chuchu-na-cerca-550x413

E aí? Aposto que ao menos um já falou errado não?

 

Espero que tenham gostado, agora só curtir a página ali do lado e ficar por dentro das novidades do site!!

Abraço do Panda!

200

Gênio, bilionário, playboy, filantropo.

Junior Ledra

Gênio, bilionário, playboy, filantropo.

10 comentários em “Ditos populares que você acha que fala certo… Mas não é beeeem assim!

  • 16 de Abril de 2015 em 11:29
    Permalink

    “Ossos do ofício” faz mais sentido pois significa as dificuldades inerentes a qualquer profissão, sendo justamente neste sentido que a expressão é usada.

  • 17 de Abril de 2015 em 07:18
    Permalink

    “Ócio” é descanso, de onde vem “ocioso”.’ o termo vem do latim ‘otium’ (ócio. descanso, repouso). Toda expressão popular tem um trocadilho, que acaba desaparecendo ou se confundindo com outro termo semelhante. Neste caso, “descanso” (ócio) contrapõe-se com “trabalho” (ofício). A expressão se aplica aos casos em que um árduo ofício traz benesses, descanso etc.

    O Prof. diz: “Vou viajar em março e em dezembro”. O aluno se espanta: “Pô, Prof., duas férias”? Não, em março é licença-prêmio”. – Mas é descanso, não é? – É, mas “são Ócios do ofício”. Ou seja: são os prazeres, descanso, benefícios (ócio) que um árduo ofício (trabalho) oferece.

  • 19 de Abril de 2015 em 22:57
    Permalink

    Na verdade nenhum destes ai que voce postou está certo, o correto é o original, alguem alterou para estes bobos e sem sentido, se voce pesquisar verá que nunca houveram algum outra sentido original.

  • 20 de Maio de 2016 em 14:15
    Permalink

    “Hoje é domingo, pé de cachimbo.” Cachimbo da em pé desde quando? O.o!!! O correto é: ” Hoje é domingo, pede cachimbo.” De pedir, “saca”?
    (COMO SE O RESTO DA MUSICA FIZESSE ALGUM SENTIDO ANYWAY)

    hahaha, mas gostei

  • 25 de Maio de 2016 em 13:37
    Permalink

    Concordo com o colega que disse: “Ossos do ofício” faz mais sentido pois significa as dificuldades inerentes a qualquer profissão, sendo justamente neste sentido que a expressão é usada. “Ócios do ofício” foi muita forçação de barra… 😉

  • 6 de outubro de 2016 em 14:24
    Permalink

    Antigamente utilizava-se pó de tutano para obter o tom alvo das folhas de ofício. O tutano é uma substância encontrada no interior dos ossos e era conhecido por suas propriedades alvejantes. Como esse processo de branqueamento era lento e trabalhoso, convencionou-se chamar de “ossos do ofício” toda e qualquer atividade que oferecesse alguma dificuldade para o exercício pleno de uma profissão.

    Fonte: http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/origem-do-termo-ossos-do-oficio.html

    E agora?

  • 7 de Março de 2017 em 09:53
    Permalink

    Gostei dos esclarecimentos, a final em todos tem cultura….
    Mas o último, é pura cultura e pesquisa, amoooo…

  • 25 de julho de 2017 em 13:26
    Permalink

    Gostei muito ! É sempre bom aprender!!!

  • 9 de novembro de 2017 em 10:01
    Permalink

    Hahaha o mais engraçado é o povo que ouviu, mas não sabe nem onde o galo cantou e inventa um significado e até uma origem para o termo “ossos do ofício”.
    Só por que todo mundo usa e ainda disseram para você que é assim, não quer dizer que todo mundo está errado. Igual quando falam ” conheci Maria através de João”, mas através só pode ser usado para objetos concretos e sólidos como parede, porta, janela, mesa, ao falar assim: ocê disse q João era translucido ou invisível e então conheceu Maria. O correto seria ” conheci Maria pelo João”.
    Mas todo mundo, todo mundo mesmo usa o “através” errado, na tv, nas novelas, professores e ate em leis e decretos está escrito errado.
    Então aceite, “ócio do ofício” era a expressão utilizada, e alguém ouviu e entendeu “ossos do ofício” e começou a utilizar e ainda inventou um significado da cabeça dele e ai propagou essa expressão.

  • 22 de novembro de 2017 em 09:50
    Permalink

    E quem é que liga pra essa merda toda. Cada um fala da forma que quiser, afinal, são só “ditos” populares, seus “éguas”

Deixe uma resposta