5 dicas para ser um bom jogador de RPG!

Desde sempre RPG me fascinou e hoje que sou Narrador, vejo o quanto esse mundo anda desfalcado de pessoas que se condicionem a jogar. Venho lendo vários artigos sobre como se tornar um bom narrador, como enriquecer as histórias e entreter mais os jogadores. Mas é raro os textos sobre como ser um bom jogador, porque garanto que existem jogadores péssimos. E é exatamente esse o ponto: Numa mesa temos 1 narrador e cerca de 4/5 jogadores. Numa lógica rápida, deveriam ter mais textos de como ser um bom jogador do que ao contrário, não é mesmo? Então é isso que trago pra vocês hoje.

COMO SER UM BOM JOGADOR  DE RPG!

Praticamente todo Narrador já passou pela experiência de ter um jogador chato na mesa, e se não passou, espero que não passe, porque é um porre e acaba com toda a expectativa dos outros jogadores para a sessão. Lendo e vivendo no RPG que preparei essa matéria com 5 dicas para melhorar seu desempenho como jogador:

wanderers-of-ravine

1 – TOME A INICIATIVA, CONTRIBUA COM O JOGO:

É muito importante que você participe e preste atenção em tudo que o mestre narrar, você ali na mesa é um personagem e é ele que tem que viver nas suas ações – “O que ele faria? Como atingir meus objetivos?” – Seu papel no jogo não é passivo esperando a aventura chegar até você. Pelo contrário, investigue, procure pistas, converse com todos os personagens, tome a iniciativa e contribua com a fluides do jogo.

portals_7th_heaven_by_ivany86-d6m22w2

2 – CONHEÇA O SISTEMA, NÃO SEJA UM ADVOGADO DE REGRAS:

Se você conhece o sistema, o jogo flui melhor pra você pois sabe até onde  pode forçar seu personagem, e isso ajuda muito o narrador. Mesmo os jogadores novos leiam as regras, pelo menos o básico, ajuda muito com o seu personagem e com o entendimento do jogo.

Mas pelo amor dos deuses não seja um advogado de regras! Se você discute uma regra por mais de 20 segundos, você é um advogado de regra. Não faça isso, é chato! Acaba com a diversão do jogo e além do mais, quem faz as regras na mesa é o Narrador, ele tem o total controle do jogo e decide o que acontece. Então não se incomode com as regras, curta o jogo o máximo que puder.

neverwinter_-_rise_of_tiamat1

3 – PRESTE ATENÇÃO TOTAL AO JOGO:

Uma das coisas mais chatas numa mesa de RPG, é aquele jogador que fica no celular ou conversando a mesa toda. Desconcentra o Narrador, desconcentra os outros jogadores e a história vai por água a baixo. Então se você não consegue dedicar sua atenção total ao jogo, saia da mesa, é o melhor a fazer. Infelizmente é uma das razões principais de pessoas que não curtem muito RPG, então tente pelo menos melhorar sua atenção e se deixar levar pela emoção!

wpid-floating-castle-fantasy-wallpaper-1920x1200-3468

4 – SEJA SEU PERSONAGEM, AJA COMO SEU PERSONAGEM:

Do que adianta escrever 5 folhas de background com vários dramas e relações complicadas incrementando a história se na mesa você só brande a espada e joga o dado pra bater?

Você fez um músico trapaceiro? Toque e faça trapaça! É essa a essência do RPG, você poder ser um personagem totalmente diferente de quem você é na vida real!  Essa dica casa muito com a primeira!

Mostre seus talentos, sua personalidade, seus contatos, seus medos e corra atrás dos seus objetivos. Mostre que seu personagem existe!

pw_ugin_header_preloader

5 – SEJA UM CONTADOR DE HISTÓRIAS:

Muitos sistemas chama o Mestre de Contador de Histórias, ou até mesmo Narrador. O que não deixa de ser verdade, até porque ele nos conta a história e participamos dela como complemento, recheio!

Mas não somos meros participantes, também contamos histórias! As histórias que nosso personagem viveu e vive! Então crie histórias, faça a voz do seu personagem, faça algo a mais do que um “eu ataco”, você é dono do destino do seu personagem através das suas ações.

A ideia de Narra é deixar a história mais rica, não mais longa!

warriors_dragon_eternity_451982

Deixe uma resposta